Bernardo Almeida: Perda As lâminas da paixão Fatiaram o...

Perda

As lâminas da paixão
Fatiaram o meu coração
Que sangra e pára
Não bate, não vibra, não late

Assumirei os suspiros
Os erros e os acertos
Assumirei meus rumos
Os corretos e os falsos

As mudanças em minha mão
Ela leu, mentiu e descumpriu a missão
As promessas desse verão
Foram todas abandonadas no porão

Vítima sem súplicas e sem deslizes
Primários sentimentos e algumas cicatrizes
Uma vez ferido, sempre em fuga
Uma vez pecador, sempre culpa

Mais temido do que desejado
Mais esquecido do que lembrado
Naquele dia em que te conheci
Olhei para os lados e nunca mais te vi

Bernardo Almeida

Inserida por robertleroy