Raphael Verly: Alma velha! “Busco no vento da minha...

Alma velha!
“Busco no vento da minha mente do meu subconsciente o eco da sua voz dizendo que ainda me ama, procuro um velho na alma de uma criança adulta... achei a criança, mas não o velho. procuro um jovem maduro sem o lado oculto com sentimentos lindos e puros que rodeia sem a certeza que vai conquistar o que nunca foi seu, procuro o erro de um jovem que se atira sem medo podendo erra o alvo, “mas ele arrisca de cabeça sem colocar o pára-quedas” e coloca seu coração em frente de guerra achando que vencera a batalha talvez esteja à procura no lugar errado procura uma coisa na mente onde eu possa achar no coração sentimento de um rapaz pedindo a sua mão com olhar de bezerrinha pedir meu coração, o tempo e esperança caminha juntos formando o amor, uma coisa linda que apareceu em sua frente como uma bala perdida sendo comparado a um cupido inconsciente atirado por um arcando coerente falo dele sim, um jovem de alma velha em busca de uma linda donzela... achei-a, mas ela não sabe que seu Don Juan sou eu...
Raphael Verly

Inserida por raphaelverly