Marques Bueno: “Vida triste feliz” Não tenho a...

“Vida triste feliz”


Não tenho a calmaria do singelo lago que reflete o brilho da lua; a brisa que sopra refrescando a pradaria não abranda minha fogueira das vaidades.

Tenho meus instintos assassinos, logo a única morte que consigo é de minha felicidade; não sou infeliz com o que tenho, sou infeliz por ser assim.

Não quero uma luta armada contra uma vida normal, os anjos anunciam um confronto inevitável; toda minha vitória é uma glória incapaz, chuvas sangrentas, pesadelos doídos.

Quero protrair meu desespero antes do nascer do sol, estou acostumado com a vida rompante, pedidos incessantes que atraem músicas para os amantes; sonhos delirantes demais.

Inserida por MARQUESBUENO