Leonardo italo inaio ( leo bala): Extremos. Vivi tudo ao extremo. Festas,...

Extremos.

Vivi tudo ao extremo. Festas, amores, “viagens”, depressões, amizades, acidentes, brigas e confusões.
Passei por muito de tudo na vida.
Já vi a morte de perto varias vezes, já parei festas com brigas, assim como perdi muitas por estar mergulhado em depressão.
Dos amores que amei, verdadeiras juras eternas jurei.
Dos amigos que tenho, por eles tudo farei.
Das viagens que fiz, de muitas ainda nem voltei.
Viver ao extremo trás muita tristeza, muita infelicidade permanente. Na verdade acho que tive apenas pequenos momentos de real felicidade e prazer.
Assim como diz a advertência (use, beba, faça, etc, com moderação).
Uma vida moderada trás menus transtornos, menus polemicas, menus dissipações.
Espere sempre o mínimo para ser surpreendido com o maximo, quem espera sempre o melhor tem muito mais chances de se decepcionar com o resultado.
Mesmo com todo transtorno que causei e que ainda causo, tenho amigos de fé uma família que amo, um amor para amar.
Também tenho inimigos para temer e par me vingar, pois a fama de guerreiro, esta não quero deixar.
Quantas vidas me restam, só morrendo para responder.
Recuperar minha credibilidade e voltar a media de tudo, é tudo que quero.
Fazer de minha vida apenas uma vida para viver.
Quero tirar meus rótulos e sair dessa prisão sem grades.
Viver uma vidinha sem escuridão ou brilho, mais principalmente sem vaidade.
Ser apenas o Leo, e viver o extremo da normalidade.

Inserida por leobala