Fabio Esteves: Busque sua base Venho buscando uma base...

Busque sua base

Venho buscando uma base para me fixar diante dos problemas que acontecem diante de nós, das decepções que sofremos durante nossa caminhada, das dores que suportamos ou não diante uma queda, dos amores impossíveis que cismamos em alimentar.

Percebi que podemos nos separar em quatro partes para acharmos essa base : Corpo, mente, espírito e coração . . .

Percebemos que com o passar do tempo, a maioria de nós relaxa com a aparência, com a saúde, com o bem estar. Cuide-se ! busque uma melhor alimentação, pratique exercícios, cuide de seu corpo . . . mas não transforme essa busca numa forma de se fixar na sociedade. No final nos deparamos com a simples realidade de que se nos comportarmos como produtos, estaremos fadados a ser trocados por um melhor, ou mais avançado.

Leia mais, se interaja mais com as pessoas, procure saber dos velhos amigos. Eles são a fonte de nosso passado, eles sabem o melhor de nós. . . com o tempo esquecemos como éramos felizes quando crianças . . . Cuide de sua mente! sua aparência só fará com que as pessoas se acheguem com mais facilidade, mas será o que sair da sua boca que define se elas permanecem ou não.

Busque a Deus com toda a tua força e com todo o seu entendimento, assim já diz um de Seus mandamentos. A melhor forma de superar os problemas é entregando-os à o mestre dos mestres, Àquele que te ama do jeito que você é, em versos e ao inverso. Sem sombra de dúvidas essa é a sua melhor base, quase sempre despercebida.

E por ultimo vem ele, rebelde, louco, muitas das vezes burro, que sempre prega peças em seus usuários . . . Cuide de seu coração! de todos os lados que você possa ter, de todas as quedas que você possa sofrer durante sua caminhada, com todos os amores impossíveis de viver, o coração é o que mais sofre. Sem as bases acima ele caí, quebra, se fecha.

Busque sua base, cuide de cada ponto por igual . . . no final descobrimos que a decepção não é um monstro de sete cabeças que nos assusta, que nos faz não arriscar, que nos fecha numa cela por medo . . . a decepção nada mais é que aprendizado.

“Por que sou do tamanho daquilo que vejo, não do que pensam ao meu respeito”

Inserida por fabioesteves