Alana de Matos Gama: Se for mentira, pode até me julgar, por...

Se for mentira, pode até me julgar, por mais sincera que eu seja ,eu irei te falar, mando este poema para me declarar, de tanta vontade de ao teu lado está.

Inserida por LANINHA08052009