Prof. Francisco Assis Melo: Olhe para o alto Certa vez um jovem...

Olhe para o alto

Certa vez um jovem marinheiro teve que subir ao mastro do navio, durante uma tempestade.

As ondas levantavam o barco para alturas estonteantes e logo em seguida jogavam-no em direção às profundezas.

O jovem começou a sentir vertigem enquanto subia e estava quase caindo, quando o Capitão gritou: - “Olha para cima moço! Não olha para baixo senão cairá!”

O jovem desviou o olhar das ondas ameaçadoras e do abismo do mar, chegou ao alto com segurança e executou sua tarefa, até que cessasse a tempestade e o mar voltasse à calma.

Algumas vezes sentimo-nos iguais ao jovem marujo, quando as tempestades da vida nos cercam. As tribulações confundem nossos sentidos e nos fazem perder o equilíbrio, subtraindo-nos o raciocínio e a serenidade para enfrentá-las, e ameaçam arrastar-nos para o abismo.

Nenhuma palavra amiga, ninguém a quem recorrer. Tudo concorre para a nossa queda. E tudo porque insistimos em olhar para baixo, buscando os “amigos” que sempre desaparecem nessas horas, ou dando atenção às censuras e críticas, que por vezes se quer estão acontecendo, são frutos de nossa imaginação abalada pela vertigem dos acontecimentos.

Entretanto se olharmos para o alto, desviando nosso olhar dos “perigos”, veremos a luz que se derrama sobre nós e sentiremos a mão estendida em nossa direção. E encontraremos o conforto em nosso coração e a segurança do caminho a seguir.

A luz é o Espírito Santo de Deus renovando nossas forças, iluminando nossos passos, dando-nos vida nova. A mão estendida é a de Jesus, o supremo cirineu, ajudando-nos a carregar o peso da cruz de nossas aflições, aliviando nosso sofrimento e conduzindo-nos à ressurreição da nova pessoa que renascerá de nós, após as tribulações.

Então, quando a tempestade chegar em sua vida, olhe sempre para o alto e busque a força que necessita, na sincera oração ao Pai, na certeza de que o socorro nunca lhe faltará. E a paz estará em seu coração e a serenidade em sua mente, pela certeza de que nunca estará sozinho.

E quando menos esperar a tempestade já passou e o barco da sua vida singrará os mares, serenamente, levando a bordo um coração cheio de esperanças e de certezas que só tem quem confia em Jesus.

Que o Divino Mestre ilumine o seu dia e dissipe, com a Luz do Espírito Santo, todas as trevas.

Muita paz no coração!

Inserida por NumberOne