Julio Aukay: Eu morria a cada dia de saudade de você...

Eu morria a cada dia de saudade de você que nunca havia conhecido.
Percebia que não sabia para onde ir.
Mais eu sabia que lutar sempre, vencer talvez e desistir jamais.
Não podia perder, pois me perdi em mim e senti a solidariedade em você.
Envolvi-me em um sentimento puro que eu acreditava que era um caminho da felicidade.
Vivi intensamente a esperança de tocar, amar, saborear e voar onde ninguém fosse.
Tirei as vendas dos meus olhos e vi que o mundo não era um conto de fadas.
Mais aprendi que não se deve conjugar o verbo amar quando não se conhece uma pessoa inteiramente.

Inserida por JULIOAUKAY