Julio Aukay: Como um condenado que trancafiado vê o...

Como um condenado que trancafiado vê o pôr do sol vejo você se afastando do meu coração.
Pois admira o sol sem que possa tocá-lo e eu admiro sua coragem sem que possa senti-la.
Quero não pensar na tristeza de lhe perder, pois fizemos promessas de amor que nos fazem felizes.

Preciso não sentir a frustração invadindo meu ser, preciso não sentir a tristeza que me consome.

Inserida por JULIOAUKAY