Gustavo Bassini: ...um punhado de afeto ....as vezes me...

...um punhado de afeto

....as vezes me sinto
Como o golfinho que pula
Para qualquer peixe que vem
Sem olhar para as mãos
Dos peixes em vão
E que vem
De mão
em mão

...as vezes eu salto
Sem olhar para o chão
Miro as estrelas
E volto pro chão
E fico mergulhando
Neste
Vai-e-vem

...as vezes eu acho
Que custo um abraço
Meu consolo
É seu colo
Seu beijo
meu chão

...quase sempre eu penso
Que não daria meu reino
Por um cavalo
Mas trocaria meu teto
sem jeito, sem nexo
por um punhado de afeto

Inserida por supersilvia