Mariele Wanderley Pereira: Nos caminhos por onde passo, Sua imagem...

Nos caminhos por onde passo,
Sua imagem refletida aparece no horizonte.
Sigo pelas estradas vazias,
Lembro-me do seu olhar,
Ouço sua voz:doce,suave,
Nos acordes dos cantos dos pássaros.
Sinto no toque da brisa, as suas mãos suaves em meu rosto.
As gotas de chuva misturam-se às minhas lágrimas.
Penso em você.
Penso em nós.
E lembro-me daquele olhar.
Um olhar de partida, de saudade, de ausência.
Lembro-me dos momentos de cumplicidade.
Minha dor, sua dor.
Minha alegria, sua alegria.
Na tentativa de driblar o desespero, me refugio na boemia.
Por entre beijos e abraços desconhecidos, tento abafar, calar minha dor.
Mesmo sabendo que você é o remédio.
Mesmo sabendo que é a sua presença que me trará paz.
Fujo, pois a mágoa é maior que a vontade de estar perto.
Tento esquecer.
Tento seguir.
Tento renascer das cinzas como uma fênix.
Mas sua imagem refletida me aparece.
Então, sozinha.
Nas estradas vazias.
Sigo pensando em você.
Sigo amando você.

Inserida por marielew