Luciana Horta: Pelo receio do não, quantas vezes...

Pelo receio do não, quantas vezes deixamos de ouvir o sim?
Pelo receio do sim, quantas vezes ficamos no talvez?
E o que acaba nos acompanhando é o quase...
E o quase é surdo, mudo, cego, é fechado e paralisa.

Que venha o não e o sim, acompanhados de sinais, caminhos, rumos e direções.
Chega de incerteza!

Inserida por LUCIANAHORTA