Luciana Horta: A Paternidade Não basta ser homem para...

A Paternidade


Não basta ser homem para ser pai
Não basta desejar ser pai
Precisa ser gente e, especialmente, carregar humanidade
Carece ser exemplo

Para ser um pai de verdade, é preciso gostar de lamber a cria
Quando pequeninos e ainda depois de grandinhos
É preciso gostar de trocar fraudas e carinhos

Não existe teste de DNA que faça de um homem um pai
Porque o homem já nasce com DNA de pai

O pai de verdade não vê diferença em ser mãe ou pai
Porque ele consegue fazer os dois papéis

O pai de verdade não é um herói
É apenas um homem
Quase um super homem
Mas ainda uma criança que também precisa de colo.

Inserida por LUCIANAHORTA