Carlos Alberto Rodrigues Alves: PALAVRAS DE PAZ COM PÁSCOA (As sete...

PALAVRAS DE PAZ COM PÁSCOA
(As sete palavras da cruz)


ABERTURA :

NARRADOR:

(A criação)
No princípio era a beleza das videiras e dos parreirais
que se entrelaçavam e se espalhavam pelo paraíso
Em consagradas liturgias o Criador chamava suas criaturas
para celebrar a dádiva da vida
em ceias-sempre-santas-tantas-quantas
E viu Deus que era bom...

(O pecado)
Mas, em algum momento de tormento
desinventaram a arte de amar:
Os cains tornaram bélico o que antes era belo
Para uns muitos “a ordem” para uns poucos “o progresso”
As torres de Babel, em inferno, transformaram o céu
Mudaram em pães amargos o que antes era doce ao paladar
A terra produziu espinhos e cardos.
Diz-se que jamais o mundo foi o mesmo.
Houve trevas sobre a face do abismo...

(A profecia)
Acontece
que poetas, profetas e cantadores em prece
gritaram na vez dos sem-voz,
salmodiaram sonhos-em-sorrisos,
perscrutaram-promessas-de-um-porvir-promissor.
“As crianças brincarão com os velhos na praça
Aqueles com sua inocência, estes com sua experiência!
Todos celebrindando a paz dos parreirais...”

(A encarnação)
E, de fato,
Mais tarde quando a história, então grávida, deu à luz,
O Amor se fez carne e habitou entre nós cheia de graça e bondade.
Grandes coisas se viu, boas novas se ouviu!!!
“É chegado o novo tempo, é chegado o novo dia!
bem-vindos todos à farta mesa da Eucaristia”.
O pão se multiplicou em sinais de solidariedade,
o vinho se transubstanciou em alegria...


(O apocalipse)
Depois destas coisas eu vi um novo céu e uma nova terra.
Não havia mais as garras da guerra
nem as feias-faces-da-fome
mas, na comunhão da Paz-com-páscoa
havia pão em cada mão e vinho em cada copo.
Enquanto os anjos cantavam Aleluia ao vencedor da cruz
apressei-me na prece,e , em memória dele relembramos as

Sete palavras de Salvação
Sete palavras de Vida
Sete Palavras da cruz


1ª PALAVRA DA CRUZ – A PALAVRA DO PERDÃO (Lc 23:33, 34)

33- E, quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, ali o crucificaram, e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda.

34- E dizia Jesus: PAI, PERDOA-LHES, PORQUE NÃO SABEM O QUE FAZEM.

CANTO PRIMEIRO: A PAZ CAPAZ
-I-
Leve, leva o coração
o sentido e a razão
de viver em bem-querer
quem vive pra bem-dizer
-II-
Perdoar é ser feliz
ver o mundo que Deus quis,
leva a mágoa pro bom Deus
lave a lágrima do adeus
-III-
Pai perdoa e traz a paz
que a vingança se desfaz
faz a face florescer
faz da noite o alvorecer

NARRADOR : ORAÇÃO:
Pai nosso do perdão
estás nos céu de nossa paz
santificado sejam teus braços
que em abraços nos acolhe como pai de amor
Venha a nós o teu reino de bondade
Seja feita a tua vontade de ternura e generosidade
e não nos deixes cair em tentação
de pensar ou vivenciar alguma crueldade
mas livra-nos de praticar qualquer forma de maldade
Pois teu é o reino, o poder e a glória






2ª PALAVRA DA CRUZ – A PALAVRA DA PROMESSA DO PARAÍSO (Lc 23:43)

41 E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez.
42 E disse a Jesus: Senhor lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.
43 E disse-lhe Jesus: EM VERDADE TE DIGO QUE HOJE ESTARÁS COMIGO NO PARAÍSO.

CANTO SEGUNDO: PAZ DO PARAÍSO

-I-
A eternidade, luz da realidade,
com seus mistérios, ocultos, etéreos
Deus fez nascer, crescer em cada ser

REFRÃO:

Senhor, sendo sonho e saudade sou
peregrino pedindo a plena luz
para isso dá-me teu paraíso

-II-
A busca sem cessar um pouco além
de quem vive de viver para “o aquém”
transforma um pouco em céu “o aqui” também


NARRADOR -

Um dia, a paz e a justiça
coroarão nossos belos mundos sonhados
Um dia, a paz e a justiça
se beijarão como eternos namorados
Um dia, a paz e a justiça
sepultarão os mais temidos arsenais
Um dia, a paz e a justiça
serão as ternas verdades finais
Um dia, a paz e a justiça
tirarão de nossos lábios a palavra guerra
Um dia, a paz e a justiça
brindarão este nosso céu chamado terra
Um dia, a paz e a justiça
exterminarão as feias faces da fome
Um dia, a paz e a justiça
serão de todas as nações, o novo nome
Um dia, a paz e a justiça
irão celebrar, alegremente, nossa utopia
Um dia, a paz e a justiça
farão nascer da noite escura, o sol do novo dia.





3ª PALAVRA DA CRUZ – A PALAVRA DA FAMÍLIA ( Jo 19:26-27)

25 E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena.
26 Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse a sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho.
27 Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.

CANTO TERCEIRO: FAMILIA DA ESPERANÇA

E da mulher que simplesmente era Maria
fez o Senhor a grande mãe que não havia
e pra João um pescador, um andarilho
deu o bom Deus a graça ser o bom filho
Também de um povo então perdido na lembrança
o criador fez a família da esperança.

PRECE DE GRATIDÃO

A esta hora exatamente,
Em que acordos de paz são incapazes de paz
Existe, em algum canto de um casebre distante,
Uma pintura pobre, mas rica, que diz: Lar Feliz!






4ª PALAVRA DA CRUZ – A PALAVRA DA SOLIDÃO (Mt 27:46)

45 - E, desde a hora sexta, houve trevas sobre toda a terra, até a hora nona.
46 - Cerca da hora nona, bradou Jesus em alta voz, dizendo: ELI, ELI, LAMA SABACTANI: DEUS MEU, DEUS MEU, POR QUE ME DESAMPARASTE?


CANTO QUARTO: PARA ALÉM DA SOLIDÃO

-I-
Um tempo parece que a prece
desfaz-se ao sopro do vento
tal qual um fugaz pensamento
que a gente depressa esquece

-II-
é quando a total solidão
trazendo a terrível tristeza
nos deixa de lado a certeza
que a fé não passa de algo em vão

-III-

Porém muito além da oração
mais forte fala ao coração
a voz que vem valer a vida
“não temas sou teu Deus na lida”


CONFISSÃO DE FÉ (TODOS OS CORALISTAS EM ONÍSSONO)

Há quem, descrente, acha que Deus é criação dos homens
Nós, porém, ousamos crer no Senhor de todos os povos e todas as raças

Há quem, resignado, afirma que a fome e a guerra são inevitáveis
Nós, porém, ousamos crer no Pão da Vida e no Senhor da Paz

Há quem, arrogante, acredita na lei do mais forte
Nós, porém, ousamos crer no Deus que é amor

Há quem, pretensioso, queira prender o Espírito em suas certezas
Nós, porém, ousamos crer que o Espírito sopra onde quer

Há quem, pobre, confia na inabalável segurança de Mamom
Nós, porém, ousamos crer no Senhor da Providência

Há quem, angustiado, pensa que a coroa da vida é a morte
Nós, porém, ousamos crer que o Senhor faz novas todas as coisas







5ª PALAVRA DA CRUZ – A PALAVRA DA FINITUDE (Jo 19:28)

28 - Depois, sabendo Jesus que todas as coisas já estavam consumadas, para que se cumprisse a Escritura, disse: TENHO SEDE.

CANTO QUINTO: ÁGUA VIVA

I-
Há um deserto sempre perto
onde um certo desamor
faz brotar um brilho incerto
num jardim onde era amor

REFRÃO:

Dizei aos sedentos: “Vem”!
tive sede e sei também
há um rio, sim, há um mar
dentro de quem sabe amar


NARRADOR: LEITURA DE ISAÍAS 35: 8 - 10

7- E a miragem tornar-se-á em lago, e a terra sedenta em mananciais de águas; e nas habitações em que jaziam os chacais haverá erva com canas e juncos.
8- E ali haverá uma estrada, um caminho que se chamará o caminho santo; o imundo não passará por ele, mas será para os remidos.
9- Os caminhantes, até mesmo os loucos, nele não errarão.
10- Ali não haverá leão, nem animal feroz subirá por ele, nem se achará nele; mas os redimidos andarão por ele.


II -
Pois que a fonte há de jorrar
pra quem tem sede de ser
belo o sol vai se tornar
água viva vamos ter








6? PALAVRA DA CRUZ – A PALAVRA DA MISSÃO CUMPRIDA (Jo 19:30)

30 - Então Jesus disse: ESTÁ CONSUMADO. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.

CANTO SEXTO: COMPROMISSO

Ninguém vem a vida sem missão
ninguém vive a vida em solidão
quando existe o gesto de se dar
solidário Deus está a partilhar

Deus se fez gente pra nos dizer
que a vida plena só pode ter
quem faz do amor constantemente
compromisso pra todo instante


NARRADOR:

A esta hora exatamente,
Em que sobe da terra o sangue das mulheres silenciadas,
Existe em algum quintal,
uma senhora de idade cumprindo uma missão de paz
Ela está em seu novo jardim
Uma, duas, três rosas com amor.
A esta hora exatamente,
Quando paira no ar um presságio de pavor,
apontando o descompromisso dos tiranos com o amor
Existe em uma capela qualquer,
Alguém compromissado que canta,
se apressa na prece e pede:
Venha o Teu Reino, Senhor!





7? PALAVRA DA CRUZ – A PALAVRA DA PROVIDÊNCIA (Lc 23:46)

46 - E, clamando Jesus com grande voz, disse: PAI, NAS TUAS MÃOS ENTREGO O MEU ESP?RITO. E, havendo dito isto, expirou.


CANTO SÉTIMO: MÃOS ETERNAS SEMPRE TERNAS

Nas mãos eternas sempre ternas
toda a vida tem direção
na mão que enlaça sim, de graça
cada vida sem distinção
meu ser encontra a paz capaz
de descansasr em comunhão

Bom Pai! No abraço de teus braços
morre o meu medo de morrer
vai se embora toda agonia
pois que o Pai me faz novo ser
se nossa vida vem de Deus
em Deus revive os sonhos meus


BÊNÇÃO FINAL:


LITANIA PAZ COM PÁSCOA (LEITURA ALTERNADA)

MULHERES:
Se, as ofensas que nos fizerem forem gravadas no ar
E as coisas belas que nos dedicarem forem gravadas no coração
Paz cm páscoa, aleluia VEM SENHOR JESUS

HOMENS:
Se, passando em infernos da vida,
Pudermos levar teu paraíso
Paz com páscoa, aleluia VEM SENHOR JESUS

MULHERES:
Se, em lares desagregados de amor,
Deixarmos as marcas da união
Paz com páscoa, aleluia VEM SENHOR JESUS

HOMENS:
Se, à sombra da solidão noite,
Reencontramos a luz da manhã
Paz com páscoa, aleluia VEM SENHOR JESUS

MULHERES:
Se, sedentos de todo tipo de sede
Brindarmos a água da vida
Paz com páscoa, aleluia VEM SENHOR JESUS

HOMENS:
Se, na missão de paz que nos é dada
Colocarmos toda paixão é fé
Paz com páscoa, aleluia VEM SENHOR JESUS

MULHERES :
Se, na paixão e morte de cada dia,
Reencontrarmos a vida eterna
Paz com páscoa, aleluia VEM SENHOR JESUS

HOMENS E MULHERES:

Senhor, que os teus pequenos sinais de vida
enfraqueçam as grandes pretensões da morte
E que possamos cantar sob mil bandeiras brancas
A paz que traz o bem que um dia vem... VEM SENHOR JESUS

Inserida por CARLOSALVES17