George Huxcley: Todas as manhãs o Milagre do romper das...

Todas as manhãs o Milagre do romper das trevas, nos trás orvalhos do sereno da esperança
Dádivas do Amor vertido em sangue, cenas de um romance eterno, entre o amor e o coração, Entre o sol e a Lua, entre o Criador e a Criação, entre o Poeta e a Canção.
Muito mais que uma realidade que sufoca, á aurora nos revela os sonhos que nos libertam.

Inserida por frasesinternet