Jaak Bosmans: Dia da poesia Que pena Um dia dedicado...

Dia da poesia

Que pena
Um dia dedicado à poesia.
Que se perdeu entre a vaidade
De ser poeta.

Poesia não há que ter poetas
Existe pela forma bela e simples
De tudo que é.
Poeta morre poesia não.

Dia permitido para se ver e escutar
Versos que inventamos ser nossos
Que se fez antes mesmo de existir
Por simples razão de ter sido a primeira Criação.

Que pena.
Um dia que se esquece a poesia
Para o poeta se exaltar em si mesmo
Pelos versos que apenas colheu.

Ai de mim!

Jaak Bosmans 14-03-09

Inserida por JaakBosmans