Carolyne Martins: A dor nunca é a mesma. Estamos sempre...

A dor nunca é a mesma. Estamos sempre preparados para a dor que conhecemos, que sabemos ao menos a durabilidade. Quando achamos que somos capazes de suportar, ela nos pega desprevenidos, de forma cruel e não nos dá chance de argumentar.

Inserida por clarindo99