Fabio Esteves: De encontro ao inevitável encanto...

De encontro ao inevitável encanto

Sonhando com sorrisos que satisfaçam, com olhares que encantam, com vozes que dominam . . . criei uma figura dentro de mim. Figura essa que venho sonhando, que venho desejando, que venho buscando. . .

Quando te vi na foto, desenhei aquele sorriso em meus pensamentos e com palavras doces e calmas pedi uma chance de me apresentar. E como orações que são atendidas, você disse um simples : olá !!

E como grão que é plantado, era apenas o que eu precisava. Marcamos um encontro, confesso que estava meio sem jeito de como chegar, do que falar . . . por mais palavras que brotavam de dentro de mim, bastou apenas você aparecer para um silêncio tomar conta.

Aquela parada no sinal para arrumar o cabelo, aquele jeito de joga-los para trás, aquele andar sendo desenhado em minha mente, preenchendo cada pensamento de tudo o que eu desejei, do que desejo, do que imaginei.

A voz meio rouca passava pelos meus ouvidos, se fixando e rodando em meus pensamentos, chegou até a um gigante adormecido pelo tempo, pelas lutas, pelas derrotas . . . e assim meu coração ouviu ao seu chamado.

Ele saltou de alegria quando viu seu olhar, gritou que te queria ao contemplar seu sorriso, se encantou ao ver que a admiração e o desejo que eu sentia estava sendo recíproco. Meu coração ainda batia e gritava desesperadamente : EU ESTOU VIVO !!

E antes de você partir, andando na rua como que se tivesse algo que nos ligava, a gente se esbarrava só para sentir a pele se encostar . . . tirei coragem de tudo o que sou, e olhando nos seus olhos te puxei, olhos nos olhos, uma mão na cintura e outra na nuca . . . te beijei. Com os olhos fechados fiz uma viagem só de ida, sentindo seus lábios enroscados nos meus, entre braços e abraços me prendia cada vez mais . . . ei, menina, ainda sinto seu cheiro !!

E meu coração ficou assistindo aquela cena, chorando ele pedia para que eu o soltasse, para que eu o entregasse. E vendo-a partir ele gritava : Me leva !! estou aqui !! estou aqui . . .

E quando viu que você não o ouvia, percebeu ali o quanto ainda é capaz de amar alguém, o quanto é capaz de se entregar, o quanto é capaz de cuidar.

Vem, não demore, pois aqui tem alguém especial no qual quero te apresentar, pois de todas as coisas mais belas que ele já viu um dia, nada se comparou ao seu sorriso.

E de todas as razões que a própria razão desconhece, meu coração pede apenas mais uma chance de te mostrar o que você nunca viu, de te fazer sentir o que você nunca sentiu, de te levar onde você ainda não esteve . . . tudo isso com apenas mais um beijo . . . só mais um beijo ! te espero !

Inserida por fabioesteves