Marques Bueno: “Andarilho” Não tenho casa, não...

“Andarilho”


Não tenho casa, não tenho graça, mas tenho o mundo...

Não tenho pressa, não tenho estudo, mas não sou imundo...

Não tenho fé, não tenho juízo, mas tenho apenas um amigo...

Não quero nada de graça, não quero um sorriso forçado, mas quero viver sem perigo...

Não digo que a vida é sem graça, não digo que o mundo é vazio, mas peço um dia tranqüilo...



Sou algo além, sou vai e vem, sou o impossível...

Sou uma pessoa de bem,sou pedra que ninguém tem,sou imprevisível...

Sou castigo em noites claras, sou lampejo de seus desejos, sou sempre um mal querido...

Sou espera do minuto que não para, sou parada do tempo perfeito, sou austero comigo mesmo...

Sou divertimento banido daquela casa, sou risada sem graça correndo, sou mero aprendiz na porta de casa esperando migalhas sofrendo...


Eu ando bem, eu falo muito, não sou ninguém, mas quero tudo...

Inserida por MARQUESBUENO