José Alberto Ramalho: Filha No momento em que me veio, pude...

Filha

No momento em que me veio,
pude sentir seu perfume em meus poros.
Pequenina e cheirosa em um embrulho delicado,
emocionado e atrapalhado me deixou.
Cresceu e floreceu,
seu perfume se espalhou, já não sou mas o único que te olha apaixonado.
Sou somente teu pai;
que te ama para sempre.
Nas frases rudes que digo
sinto dor,
que para mim é meu castigo.
Tenho medo e sofro calado,
que um dia me abandone,
pelo seu novo amado.
Sou feliz por ser pai dela,
que é meiga, singela e carinhosa.

Inserida por anapollyanna