Rogério Silvério de Farias: Quando eu morrer, escrevam na minha...

Quando eu morrer, escrevam na minha lápide: Aqui jaz um estranho que viveu de um modo estranho ao lado de gente estranha num mundo muito estranho.

Inserida por Rogerio727