Emma: O ESPELHO INTERIOR Quem sou eu...

O ESPELHO INTERIOR

Quem sou eu realmente?
Quem sou eu além do que já sei?
Talvez alguém que se perdeu em seu Destino dantes traçado
Talvez alguém que se encontrou quando desacreditou ter se achado.
O reflexo no espelho é cruel - parece rir
Ou sorrir - não sei
Fixo o olhar naquela imagem
O que há por detrás? Sem resposta... Sem nexo!
Ele implora por atenção, pede carinho e auto-estima
Ali, o sorriso cativante, devolve-me o olhar penetrante
Quem sou eu, realmente?
Muito posso parecer aos olhos alheios - como me mostro
Interpretação do que pareço...
Mas não consigo descobrir quem sou.

Vejo uma pessoa inteligente, arguta, capaz de muitas realizações, mas quando fixo o olhar no meu olhar espelhado começo a ver como sou realmente.
Me assusto, por traz da bondade, da educação, dos gestos carinhosos, estou eu.
Quero vencer a qualquer custo, penso estratégias para atingir as pessoas que interiormente odeio, formas de vingança sem exposição, protejo meus amigos e puno com trabalho excessivo meus inimigos.
Crio ao meu redor uma aura de medo que muitos expressam através de piadinhas, que no fundo querem dizer muito.
Sou medrosa, escondo-me das decisões colocando todos junto comigo.
Quem sou eu realmente, quem sou?
Dizem que tenho esquizofrenia, será realmente, ou sou simplesmente incapaz de me ver para poder me transformar.
Vivo nesta luta, uma eterna insatisfação com o que sou.

Busco ainda o entendimento, escrevo o que sinto
Demonstro o que penso e poucos conseguem entender
E ainda sem resposta, sem nexo...
Busca infinita, refúgio para o meu complexo
Sem ajuda proveitosa e com toda a ajuda que necessito
Uma outra dimensão que visito...
Mas ainda insisto: quem sou eu realmente?
Alguém comum, alguém diferente?
Alguém que de seu modo expressa o que sente.
Medo, ansiedade e fraqueza misturam-se
Quem sou eu realmente, confesso que não sei...
Será que algum dia descobrirei?

Inserida por Jaben