Betinho Santos: Maldito seja o destino que me fez...

Maldito seja o destino
que me fez escravo do teu amor
e agora liberta-me com a tua morte.

Ah! Minha bela, como consegues
Ser tão linda com tamanha simplicidade,
de tal modo que nem as trevas da morte
conseguem roubar-te a beleza.

Foste breve e se fez eterna...

Inserida por Robherto