Maria lucia g p: eu sou o vento que passa sou a brisa que...

eu sou o vento que passa sou a brisa que toca seu rosto
no embalar da melodia
sou a letra de uma musica inacabada
sou o princípio de um amor sem fim
sou a vela que queima lentamente no escuro
sou o escuro dos seus tormentos nas noites sombrias
sou abrasa que queima sem sentir
sou o tempo do espaço perdido que se perdeu no tempo
sou o a saliva de sua boca num beijo ardendo em chamas
sou ida e também a volta
sou o começo meio fim e nada
sou o alfa o espaço o buraco negro
sou o entardecer o anoitecer e o amanhecer
sou sol luz vida mas também eu sou a morte

Inserida por pole