Fernanda Corbani: Eu queria poder dizer tudo que eu sinto,...

Eu queria poder dizer tudo que eu sinto, mas é dificil quase impossivel, precisaria de muito tempo, até eu conseguir desifrar meus proprios sentimentos. Talvez ingênua demais, ou criança demais para um garoto? Ouvi falar dentro de mim, que sem alguem eu nao vivo, me perguntava como nao conseguiria viver por falta de alguém? Quem poderia tirar, tanto a minha atençao ou fazer meu coraçao parar por apenas um sorriso, eu seria boba demais se nao vivesse por causa desse alguem, mas infeliz demais se um dia eu o perdesse! Mas, por quê? por que eu precisaria dessa pessoa para viver? refleti... e tive a vaga lembrança, de que essa pessoa me fazia feliz, que nao seria feliz com mais ninguem, e que sou hoje assim como sou graças ou culpa dessa pessoa, que por apenas um olhar eu me encantaria! Sera que um dia eu tivera mudado o coraçao desse certo alguem, ou apenas o roubado? Esses dias eu percebi que alguem tinha uma especie de ligaçao comigo, mas que ligaçao?
Sera um colar,pulseira,anel, ou qualquer coisa desse tipo? Eu acho que nao, mas o que seria essa ligaçao que me traz sintomas de qual eu nao sei de onde vem? acho que essa ligaçao tem nome! Esse nome é amor! Amor? Qual sera a traduçao? um dia aprendi que voce nao tem que tentar traduzir algo, mas apenas sentir! Como o amor, ele nao tem traduçao nem explicaçao, apenas é sentido! Eu sinto algumas coisas estranhas, mas nao sei como explicar! os sintomas disso sao as vezes, dor de cabeça, aperto no coraçao, coraçao acelerado e falta de ar! O que sera isso? Gripe? ataque cardiaco? Um dia me disseram que esses são sintomas de paixao! Mas por que esses sintomas tão estranho? E a respota logo veio, sentiria dor de cabeça, quando sentisse ciumes, aperto no coraçao quando passase por alguns segundos pela minha cabeça a possibilidade de perder alguem, mas quando eu visse uma pessoa meu coraçao aceleraria de tal forma, que nem os sabios poderiam explicar, como tambem os medicos nao poderiam explicar, o porque me faltava o ar quando eu falava com uma pessoa! Mas isso é o que eu sinto as vezes, o que eu sinto toda hora, é algo diferente, mas especial ao mesmo tempo! Os sintomas são, dor na bochecha de tanto sorrir, problema na vista, via tudo colorido, tudo com pitada de romance, sem conseguir falar eu precisaria ir em um fonoaudiologo, pois toda vez que eu tentava falar com uma pessoa, eu tropeçava nas palavras, ou falava até demais, e o pior de todos esses sintomas era que quase todas vez eu desmaiava, mas isso só acontecia quando eu sentia um cheiro, algo que me deixava tonta, mas que me fazia bem! Entao um conhecido meu me disse que isso sem duvida seria amor, e do qual eu só sentiria esses sintomas quando eu visse uma pessoa, do qual me atraia o olhar, e me fazia viver mais do que eu já pensei em viver!
Depois de ouvir essas palavras descobri de quem eu na verdade sentira tudo aquilo, lembrei que essa pessoa é a razão do meu viver, meu ar o meu querer! E descobri que eu amo essa pessoa, mais do que eu já sonhei em amar alguem, e que toda vez que eu sorria era porque meu pensamento estava focalizado nessa pessoa, eu tambem descobri que sou feliz por que amo; amo sem querer, sem pensar, sem imaginar, amo por sonhar, mas nao amo só por sonhar amor por realizar! E só uma frase poderia expressar tudo o que eu sinto. Eu te amo!
Escrito por: Fernanda Corbani
para Lucas Eduardo.

Inserida por bruno.morera