Rollf Fiore: As lágrimas lavaram meu semblante...

As lágrimas lavaram meu semblante
Destas constantes lembranças sóbrias
Que insistem em ir ainda mais adiante
Destas minhas sufocantes esperanças

Vejo meu futuro regredir, este meu presente
Torna-se o passado, sem muitas alegrias
Eu volto ao meu recanto, para ser o ausente
Das minhas próprias ' loucas fantasias'

As lágrimas já lavaram o meu rosto
Mas ainda sinto o gosto, do seu beijo
Mesmo que eu fique com o resto

Das esperanças, que foi o meu esconderijo
Para fugir desta realidade, sei que serei o certo
Pois tenho, em mim tudo aquilo que eu desejo.


Rollf Fiore.

Inserida por Poemasperfeitos