Rollf Fiore: Sou uma espécie de palhaço...

Sou uma espécie de palhaço sentimentalista
Nunca tão engraçado, nem sempre destemido,
Com essa minha ansia de tentar encontrar meu ego
Me perdi em uma dessas esquinas da vida,
Encontrei o que achava certo.
Ai descobri que não existe o certo e o errado,
Existe apenas o ' momento' tudo é uma questão de TEMPO.
Hora se está, feliz hora se está triste,
Na maioria das horas você vai me ver sorrindo
Mas quando na verdade minha vontade é sumir
E quando estiver longe, e , mais ninguém possa me ver:
Gritar horrorosamente alto. " - Me deixem em paz".
Mas não, esse meu tal de ego, é realmente algo engraçado
Quando quero dizer sim, digo não e virse e versa.
Acho que nesse caminho, o final é ficar sozinho
Assim como o ato individual de cada um de nós,
Que nascemos com uma única certeza:
Vamos morrer.
Então vamos fazer essa morte valer a pena
Por que se arrepender, se novamente vamos morrer?!
Tudo vale a pena, nem tudo é um dilema
Quando você aprende a se amar.
O Resto do mundo virá um parque de diversão
Quando você ama apenas a vida
você se torna o maior dos individualista.
Você já se declara, uma pessoa Morta.

Rollf Fiore

Inserida por Poemasperfeitos