Ana Maria Gazzaneo: Sonho nosso emaranhado De olhares e...

Sonho nosso emaranhado
De olhares e ternuras
Rabiscados nos altares
De nossas almas tão puras
Que ao tempo não descura
Não perde o viço o sabor
Não desfalece em usura
Eternal, tão só amor!
Sentimento nobre em laço
Que não desgasta, avaria
Doce de nossa alegria
Para nós se fez abraço
Verso de bela poesia
A mais bela alegoria.

Inserida por anamariagazza