Hélder Nóbrega Prando: Ninguém morre de amor a vida não tira...

Ninguém morre de amor
a vida não tira seus méritos
Ninguém foge sem valor
sem falsos apelos inquietos

Amor é vida e partilha
não é sim, sim é não
Se a troca não é concebida
amor de mentira, é paixão

Quando tudo é menor que a dor
nem assim se pode morrer de amor

Inserida por deberg