Jaak Bosmans: Alma cruel para M. A. Olho bem nos teus...

Alma cruel

para M. A.

Olho bem nos teus olhos
Apesar das mãos já trêmulas
Com pequeno esforço, ainda me sento na velha cadeira de rodas
Sem jamais deixar de olhar bem nos teus olhos
Assim posso te ver a alma.
E não consigo imaginar de onde viestes,
Alma cruel e má!

Jaak Bosmans 2008

Inserida por JaakBosmans