Jussara Alves: Vida A noite escura me assombra a mente...

Vida

A noite escura me assombra a mente
A lua e as estrelas escondem-se de mim por entre as nuvens escuras
Somente as corujas não me abandonam
Seguem comigo, me anunciando pelas ruas desertas.
O frio intenso congela a alma que ainda habita esse corpo
Arrepiado pelo sereno impiedoso da madrugada
Madrugada esta que me digere como um alimento
Que é ruminado pelas ilusões e agruras da vida
e regurgitado pela manhã
Para um novo velho amanhecer
Do dia que nunca se renova
Da rotina circular infindável do meu ser.
E assim sigo a vida ou projeto de vida
Mastigada pelos dias, digerida pelas madrugadas
E regurgitada todas as manhãs...

Inserida por jussaraalves