Simoni Maranhão: Existe algo que me devora. Trata-se de...

Existe algo que me devora. Trata-se de uma questão incognoscível. A maneira de como são superficiais as pessoas, de como são apegadas a coisas sem valor algum, sem sentido algum, sem nenhum tipo de mérito. Nossa sociedade está cada vez mais insuportável, cada vez mais impossível de se viver no meio de tanta gente que só pensa em dinheiro, em mansões, em carro do ano, em roupas de grife, em bebidas e comidas caras que são na maioria das vezes prejudiciais ao nosso organismo e o resultado delas é se tornar um monte de xixi e de cocô. Pra quê que eu quero jóias? Pra quê tanta competição? Qual a necessidade de se obter títulos, reconhecimentos? O homem se interessa tanto por tanto, por quê? Isso me devora, me assombra. Não entendo como as pessoas são tão dadas aos seus vazios egoístas, tão preocupadas com aparências, com conveniências, com regras elegantes de etiquetas que não passam de imposições comportamentais. Onde vamos chegar, onde queremos chegar? Eu sei onde eu quero chegar e sei para onde estou caminhando. O meu lamento é por estar sozinha na minha estrada. Não há com quem compartilhar o meu sonho de transformar a vida em Amor e Arte. Há algo que me devora: a frieza humana, a insensibilidade dos homens, o desamor ao seu semelhante. Não consigo entender.

Inserida por simonimaranhao