Carlos Alberto Rodrigues Alves: SALMO DA PAZ SONHADA A esta hora...

SALMO DA PAZ SONHADA

A esta hora exatamente,
Em que acordos de paz são incapazes de paz
Existe, em algum canto de um casebre distante,
Uma pintura pobre, mas rica, que diz: Lar Feliz!

A esta hora exatamente,
Em que os imperadores insensíveis
Dizem que a guerra é santa,
Existe, em algum lugar do planeta,
um profeta que protesta na praça com o povo.

A esta hora exatamente,
Quando paira no ar um presságio de pavor,
Existe em capela qualquer,
quem se apressa na prece e pede:
Venha o Teu Reino, Senhor!

A esta hora exatamente,
Quando as estrelas atômicas profanam o céu do Senhor
Existe em alguma várzea poluída
Um menino que empina uma pipa,
como a pomba da paz.

A esta hora exatamente,
Em que sobe da terra o sangue das mulheres silenciadas,
Existe em algum quintal,
uma senhora de idade
que planta em seu novo jardim
Uma, duas, três rosas com amor.

A esta hora exatamente,
Em que o berro estridente exalta o holocausto
Existe em algum barraco
uma criança nascendo,
Trazendo e fazendo o futuro...

Senhor, que os teus pequenos sinais de vida
enfraqueçam as grandes pretensões da morte
E que possamos cantar sob mil bandeiras brancas
A paz que traz o bem que um dia vem...

Salmo do Carlos Alberto Rodrigues Alves para judeus e palestinos

Inserida por CARLOSALVES17