Jaak Bosmans: Nossos caminhos Passei a guardar meus...

Nossos caminhos

Passei a guardar meus passos
A negar conhecer teus caminhos
Onde as pedras que nele existem
Se desmancham no prazer da minha dor.

Olho sempre em teu rosto sereno
Que espera sempre pelo meu primeiro passo.
Dado em perfeito desequilíbrio
Para que me ampares no teu abraço

Num frescor ardente e gélido é tudo passageiro.

Voltei a caminhar em compassos novos,
Te abraçando com todo o equilíbrio.
Em medidas sem medidas que agora te desejo,
Em perfeito estado de loucura.

Perdido entre caminhos que não os teus,
São meus os lugares reservados para te abraçar.
E ali, em pleno flutuar de prazeres,
Podemos nos sentir inteiros, loucos e verdadeiros.

Num frescor ardente e gélido é tudo passageiro.

Jaak Bosmans

Inserida por JaakBosmans