Marques Bueno: “Aquela velha amiga, minha solidão”...

“Aquela velha amiga, minha solidão”

Nunca escreveu, mas era minha companhia, nunca ganhei um beijo seu, acho que por minha covardia.

Foi embora não disse adeus, deixou história e me esqueceu.

Por que partiu quando não te vi, porque aquela noite me mentiu.

Sempre tentei te esconder, mas sua presença contagia.

A música que faço pra te esquecer repete o som de todo dia.

Aquela velha companheira fazia-me mal, eu de fato a ti sempre me entregava e a nada temia.

Aquela garotinha que corria nas minhas ruas, agora é mulher e me sorria.

Aquela inútil solidão era meu café da manhã, o leite da noite enquanto dormia, mas eu sei que posso mais.

Adeus velha amiga, aquela garota de dias atrás é a mulher que eu queria.

Agora ela já não corre mais e eu; à solidão não digo nem bom dia.

Inserida por MARQUESBUENO