Armando Moro: Saudades... Temerária, distância...

Saudades...

Temerária, distância
Solidão composta,
Solidão gerada.
Ausência, amor
Amor, excesso
Querência, falta
Asilo, ilusão
Saudade intrínseca
Mas não dor,
Amor, vontade
De revelar-se
Exprimir-se, falar
Abrigar, sentir
Trocar, viver
Mostrar-se sem dever
Beijar-lhe olhando ao sol,
O por do sol de um dia
Infinito, céu vermelho,
Sol ao fundo
E a cor do céu mistura-se
A dos sentimentos,
As mãos dadas perdem-se
No tempo e no espaço
Porque torna os sentimentos
Infinitos, sem rumo...
Apenas o sentir, bem estar,
Bom estar da presença
Da pessoa amada.
E revela-se o céu
Revela-se o mundo
O prazer, cumplicidade,
O viver, verdades
No simples dizer
“Eu também estou com saudades”

Inserida por Englevorin