Regina carvalho: "Seminário...palavra que evova...

"Seminário...palavra que evova sisudez, trabalho, sérias palestras.
Mas, seminário com o Professor Hermógenes é diferente.
É mais. É...Encontro.
Encontro com o Professor, com nossos conhecidos ou não, com a Natureza, com o Yoga, com nós mesmos e, portanto...com Deus.
So Ham.
São dias especiais. Dias de Paz.
Sentimo-nos realmente envolvidos por uma egrégora do Bem.
Respiramos Amor, Solidariedade, Amizade, Esperança, Conhecimento, enfiim, os valores do Yoga.
Chegando, já tarde da noite ao hotel em Mendes, tem-se logo uma grata surpresa:
é o próprio hermógenes que ainda está de pé, esperando, abraçando, acolhendo com carinho e atenção cada um que chega.
Cansado? Ele não aparenta estar, não!
Muito Prana, muita energia naquele pequeno grande homem.
Pela manhã, acordamos com a alegria do Vanderlei e de outros, batendo nas portas dos quartos: Namaste!
Indício de que, daí pra frente, os dias são só...Alegria!
Práticas, trocas, conversas, leituras, palestras.
Poesia.
Viver plenamente o Yoga.
Trazer para o dia-a-dia, os efeitos dos Ásanas.
Alimentar-se corretamente.
E em Mendes, a comida é farta e gostosa.
Deliciosamente natural.
O Professor faz questão de passear de mesa em mesa, pelo refeitório.
De repente, alguém puxa uma canção. Os mais tímidos, sorriem. Os outros, cantam, mesmo!
União.
Senti, desde o primeiro seminário do qual participei, que minha maior traansformação foi na Fé.
Fé.
Hermógenes parece que respira, transpira, exala, repassa, sussura, contagia...Fé.
Ele é um testemunho vivo da Fé no Yoga, em Deus, nas pessoas.
As caminhadas, verdadeiras Meditações dinâmicas, me abriram a percepção para uma verdade:
somos o Todo.
Somos o Número Perfeito: somos o Um. O Uno.
Depois de dias convivendo com a Simplicidade, a Sabedoria, a Espiritualidade, a Risoterapia, aproxima-se a hora da despedida.
É necessário exercitar Vairagya, o desapego, o desprendimento...que é apenas físico.
Ao fim do seminário, do Encontro, ninguém volta pra casa do mesmo jeito que chegou...não mesmo.
Voltamos com as mãos cheias das bençãos de Deus.
O coração, agradecido.No rosto, um sereno sorriso.
E o Atma ou Atman ou Alma...volta mais terna, mais calma e, ao mesmo tempo, mais Humana e Divina!
Hari Om!"
regina carvalho

Inserida por regina.