Natália Maria de Lira Cardoso: Círculos vitais repetitivos, não iram...

Círculos vitais repetitivos, não iram parar. Enquanto nossos corações baterem pelo mesmo propósito. Os segundos se arrastam, ferindo-me profundamente. Cada lembrança, parece impossível de suportar. Noticias suas, as que me remetem, são invisíveis mas concretas feridas infectadas. Nosso segredo podre de estado jamais será revelado( não, não iram parar) Vamos à morte, solução da culpa. A ilusão não faz mais efeitos para as mentiras (à morte iremos) A luta acabou, tudo se auto destruiu. Não é apenas um jogo, um destino esta em sua posse. Angustia, tomando lugar dos sentimentos reprimidos. Perdi a contagem de quantas vezes implorei aos céus para que esse sentimento cessasse. De quantas vezes ignoraram-me também. Daria minha vida pelo seu bem, serei feliz se você for também (meu coração não consegue parar, não pode) ignore-me sou apenas mais um apaixonado insignificante ( meu coração só desistirá, quando você não mais existir)

Inserida por NataliaCardoso