Leonardo Mendonça: Tinha som, mas não tinha dança...

Tinha som, mas não tinha dança
Acredite, não era um amor de criança
Quando vi, ficou meu amigo
E quando não vi, não falava mais comigo

Nem me olhava, nem me dava bola
Ha…. como era bom a perua da escola
Mas um dia não te vi, cadê você? Não tava ali.
-O que será que aconteceu? Será que ele morreu?

Gente, o Eduardo faltou.
- Pessoal, ele operou!
- O que, como?

- Mããããe….
- Que foi filha.
- Tô passando mal.

- Ok, ok… Vamos ao hospital.
- Moça, eu sinto uma dor…
- Filha, 10º andar, pegue o elevador.

- Moça, quero chorar.
- Filha, 1ª direita, pode entrar.
- Moça, tenho medo, não sou um coração selvagem.

Subo, desço… não tenho coragem.
Chega de pensar… eu vou entrar.
Entrei, nossa, não acreditei.

Ele estava lá, deitado e lindo.
Meio despenteado, pegou minha mão sorrindo.
O tempo passou, mas você não.
Ainda sinto aquele carinho nas mãos.

Faça seguinte
Feche os olhos
Conte até vinte…

…e quando os abrir, eu ainda irei sorrir!

Inserida por leonardomendonca