Rakel morais: A vida As vezes vejo a vida...

A vida

As vezes vejo a vida como...pessoas sem rostos
Ou rostos na penumbra
Piscina com água sem uso, tendo algas nas bordas.
Carro desgovernado
Tempestade em alto mar
Um beco desconhecido
Uma casa desarrumada
Uma calçada enlodada, onde é impossível correr.
Um lugar lindo, mas que nos mete medo.
Ela é tudo... É todos... Tem todos os rostos, todas as cores......todos os medos, todas as esperanças, todos os sonhos..desejos...é um redemoinho, é um vulcão em erupção...depende do dia, da hora, do momento em que se vive.

Rakel Morais

Inserida por Uriel