Márcia Duarte: Príncipe (nem tão) Encantado Brinco...

Príncipe (nem tão) Encantado

Brinco sempre com meus amigos que estou esperando meu príncipe encantado. Reclamo que ele está demorando pra chegar, e que entendo que ele possa ter tido uns percalços pelo caminho. Vai que ele ainda nem tenha encontrado meu sapatinho?! Sei que parece bobagem de menina que vive no mundo da lua, ou melhor, num conto de fadas, mas também sei que no fundo todos procuram por alguém especial e merecem finais felizes.

Talvez meu príncipe nem seja tão encantado assim. Talvez não seja tão bonito e charmoso como nas historinhas infantis. Talvez ele esteja atrasado porque vem de longe e a pé. Talvez ele ronque, roa as unhas, tenha espinhas. Isso é o de menos. Também não importa se ele é alto, baixo, loiro ou moreno, desde que ele esteja disposto a me amar incondicionalmente e a me fazer feliz pra sempre todos os dias.

Não basta que ele me queira só um pouquinho. Quero alguém que adore a minha companhia, que ame cada minuto que passa ao meu lado, que goste de mim do jeitinho eu sou. Quero alguém que se entregue por inteiro sem medo de se machucar ou do que os outros vão pensar. Alguém que esteja sempre pronto pra me ouvir, me compreender e pra me dar colo quando a TPM bate e eu fico meiguinha demais.

Será que estou pedindo muito?! Não sei. As únicas certezas que tenho são as que vêm do meu coração. E esse me diz que meu príncipe existe sim, que ele está por aí e que mais cedo ou mais tarde vai me encontrar. Quando este dia chegar, eu vou ter certeza de que é ele. Aquele friozinho que percorre o corpo quando os olhares se cruzam nunca se engana.

Inserida por niiiramone