Camila Vanessa Vidal: Eu Sou o ser da noite... Das velhas...

Eu
Sou o ser da noite...
Das velhas páginas escritas e rasgadas
Pelas quais escorrem lágrimas
De uma letra, de uma história, de uma vida...
Sentimentos que foram vividos
De uma melodia morta...

O tempo passa
A vida corre la fora
E eu no escuro, tocando um velho piano...
A espera da sombra da morte...
Nun suspiro lascinante...
E rasgue esse velho papel que sou eu!!!

Inserida por luamilinha