Catarina Portela: Olhas-te e viste nele, alguém que...

Olhas-te e viste nele, alguém que precisavas.
Que te fazia rir. Que estava ao teu lado quando precisavas.
Era perfeito para refazer a tua vida.

Quando amamos, não podemos escolher.
É como se a escolha já tivesse feita, e nos arrastasse contra a maré. Maré essa, que nos dizia que conseguíamos remar sozinhos.

Recomeças uma vida que tinha tudo para ser exemplar.
A mesa está completa, e há sorrisos tímidos e desconfortáveis que se soltam inicialmente.
Criam-se hábitos num tecto em construção.
Não há nada melhor no mundo do que sentir que temos uma família.
E não há pior, do que sentir que a estamos a perder.

Mas a vida gosta imenso de nos provar que a felicidade é efémera.
Vais chorar por refazeres a vida, vais chorar por achares que talvez não o devias ter feito.
Vão nascer incertezas quanto ao futuro.
Vais perguntar se o esforço, vale realmente a pena.
Vais sofrer pelos que mais amas, por achares que eles se magoam por tua culpa.
Vais desejar não voltar a amar, e viver somente para proteger pedaços teus.
Vais odiar a tua vida, e vais-te rir dela sarcasticamente.
Vais crescer. Afinal não são só as crianças que crescem.


Por fim vais aprender a viver com o caminho que escolheste.

Inserida por CatarinaPortela