Marcio Sperandio Cott: Inteiramente me entreguei a um amor,...

Inteiramente me entreguei a um amor, talvez por toda minha vida eu à ame, mas o que vale todo este amor quando a destinatária desdém qualquer coisa que há em mim...

(pensamento tolo de quem ama alguem sem ser amado e mesmo inconformado, afogando-se em um mar de improvabilidades resiste à amar)

Inserida por marcio-azuelide