Arthur Hisoka: Não confio em meus julgamentos de mim...

Não confio em meus julgamentos de mim mesmo.
Não aconselho isso a ninguém por não saber se é bom ou ruim.
Mas isso nada mais é do que a essencia de meu ser.
Essa confusão é que me alimenta e me torna.
Não sei quem eu sou realmente.
Mas é isso que me torna quem realmente eu sou.

Inserida por hisoka04