P.P: Eu sou o que ninguém pode enxergar. Sou...

Eu sou o que ninguém pode enxergar. Sou o que errei, o que aprendi, o que lutei, o que perdi, o que venci. Já tentei mudar meu jeito de ser pra agradar e percebi o quanto da errado... Já sorri pra esconder a lágrima que me atormentava em sair dos olhos, mas fechei e ela escorreu pela minha alma. Já sofri por amor, Fiz alguém sofrer por mim. Tive medo de me entregar ao amor, Tive coragem de dar um conselho pra um amigo que serviu pra mim também. Tenho o brilho do sol, mas as vezes sou como a lua, que precisa do brilho de alguém para funcionar. Já menti, fui enganada e me arrependi. Já disse que amava da boca pra fora, já disse que não amava com o coração apertado. Já tentei esquecer e não consegui. Tentei gostar de outro alguém, para substituir e vi que deu errado... Já me pensei sem um amigo e quase morri. Já me pensei sem aquele amigo e me senti mais feliz... Amei e fui amado, mas também fui enganado. Já chorei lembrando de alguém antes de dormir. Já disse que não viveria sem alguém e realmente vivo sem qualquer pessoa, porque hoje eu tenho amor próprio. Já me arrependi das palavras que falei e também me arrependi porque um dia fiquei com silêncio quando queria falar, Já senti a dor da solidão mesmo estando entre mil pessoas, Já me senti completa com apenas uma pessoa ao meu lado! Já tive vários amigos que mesmo o destino nos separando eu vou amar eternamente. Já quis ter uma pessoa para sempre e percebi que o “para sempre” sempre... acaba! Tive medo da escuridão, mas percebi que o claro não é tão seguro também. Sigo hoje guardando tudo em meu coração, porque é difícil esquecer o inesquecível .

Inserida por pasini