Jefferson Cavalcante: Não ame infinitamente, o infinito é...

Não ame infinitamente, o infinito é restrito quando a vida é longa,
As pessoas mudam a vida muda, as circunstâncias tornam-nos mais fortes e o amor infinito torna-se apenas uma frase bonita de se dizer.

Que me perdoem os românticos que nunca pararam pra refletir
Mais NINGUÉM ama ALGUÉM eternamente.

É óbvio. É só seguir pela linha de que muitas vezes nem nós mesmos nos amamos, como podemos amar alguém só pelo simples desejo de gostar, de dedicar nosso afeto.

EU não amo ninguém eternamente, pois o eterno é uma sombra pesada, um fardo que depois de pronunciado tem que ser cumprido. Para amar alguém infinitamente tem de amá-la além da própria vida, fundir sua vida nesse alguém e viver em função dele.

Prefiro dizer que amo INCONDICIONALMENTE. Amor sem restrições aberto à tudo, críticas, sugestões e etc.... Amor irrestrito, livre de preconceitos, que sabe voar, mas sabe voltar, que procura outros amores enquanto o outro dói, não amores carnais, quem sabe amor pela própria vida, amor pelo bem.

FIM. Fim é condição, então, Que seja eterno enquanto dure

Inserida por Jeffersoncavalcante