Vitalves: Eu sou o que eu sei, mas nem sempre eu...

Eu sou o que eu sei, mas nem sempre eu sei o que eu sei, às vezes o que eu sei é muito pouco, com isso me acho insuficiente, com tudo me sinto fraco, com nada me sinto forte, eu sou o silêncio de um grito forte, eu sou as lágrimas de um sorriso nos olhos, eu sou um rei, eu sou um réu, eu tenho Dólares, eu tenho damas, fui a última inspiração de um poeta suicida, eu tenho vida e tento conviver, eu tenho um barril de mágoas e um pequeno cofre cheio de perdão, mas aqui não vejo ninguém nessa multidão, mas 'tou tranqüilo, tranqüilo...
Eu sou tranqüilo, tranqüilo...

Inserida por vitalvesilva