Rô Smith: Mentiras Faça de conta que por mim,...

Mentiras

Faça de conta que por mim, nunca sofreu.
Que por me deixar sem adeus,
não se arrependeu.
Faça de conta ainda,
que a ferida aberta, já curou.
Que a lágrima escorrida, já secou.
Minta quando disser, é claro!
Quando disser que na sua vida,
não há breu.
Que de amor nesta vida,
nunca ninguém morreu.
E que nesse caso de amor,
a única que sofre...
sou eu!

Inserida por Ro-Smith