Bruna Lombardi: Romance de Bairro João... mas logo...

Romance de Bairro

João... mas logo agora
que as coisas tavam se ajeitando
logo agora que eu tinha
aprendido a fazer suflê
logo agora que eu tava
com a melhor das intenções
que eu até falei com o síndico
pra abrir uma janela
pra aquele terreno baldio
só pra você olhar o jogo
que eu ia trocar meu canário
pelo relógio do Armando
de que você tanto gosta, João.

Mas logo agora, João
que pode ter guerra lá fora
que eu tô com medo da vida
que prendem a gente na rua
e nem dizem por que.
logo agora...
quando eu ia plantar tulipas
pra gente fazer de conta
que o mundo é diferente
pra gente não se dar conta
do que está acontecendo
do lado de fora do mundo, João
logo agora
que eu fiz um quadro novo
com umas cores bonitas
porque na rua, João
já tem cinza demais.
eu ia pintar as paredes
com as cores do absurdo
João em que lugar do mundo
você encontra um canto assim?

João, a coisa não é essa
é preciso ter invento
a coisa precisa de graça
tem que ter magia, João
e isso o mundo esquece
... o Mundo, João, não merece
consideração.

Mas logo agora
que eu tinha comprado incenso
e avenca de pôr no vaso
cheiro de jasmim no portão
você não queria... João

logo agora
que as coisas tavam se ajeitando
logo agora que eu tava
com a melhor das intenções
logo agora, João

esperasse mais um pouco.

Inserida por josejunior